Minha lista de blogs

sábado, 15 de janeiro de 2011

A RAPOSA SEM RABO


Havia uma raposa que costumava andar distraída pela mata. Num belo dia de suas andanças, caiu numa armadilha. Conseguiu escapar a tempo, mas perdeu o rabo. Sentia vergonha e então pensou num jeito de disfarçar o vexame de ser a única raposa sem rabo do mundo. Teve uma ideia: Convocou todas as raposas do mato para uma reunião.
- Amigas, estive pensando que trazemos esse longo rabo sem nenhuma serventia. Além disso ele nos atrapalha nas corridas. É um pedaço de carne balançando pra lá e pra cá que só enfeia nosso belo corpinho. Sugiro que todas arranquemos logo esse lobo inútil.
- Você está certa, companheira - falou a mais velha. - Nosso rabo, além de inútil, é muito feio e só atrapalha. Devemos cortá-lo imediatamente. Já que a ideia foi sua, que seja a primeira a cortá-lo. Vire-se para que possamos realizar a operação.
Desenxabida, a raposa não teve outra saída a não ser virar-se de costas e mostrar traseiro cotó para as outras, que foram embora às gargalhadas.
Moral da história: Os espertos demais costumam se atrapalhar e só dão conselhos pesando em si próprios.
Nicéas Romeo Zanchett
http://gotasdeculturauniversal.blogspot.com.br

Um comentário:

Deixe seu comentário.
Nicéas Romeo Zanchett