Minha lista de blogs

domingo, 23 de dezembro de 2012

AS DUAS CACHORRAS

                                AS DUAS CACHORRAS
Numa casa havia duas cachorras. Uma falsa e mentirosa, a outra, sincera e de muito bom coração.  Um dia a falsa foi pedir ajuda à amiga e companheira de moradia.
- Comadre, meus filhos estão pra nascer. Será que você me cederia um cantinho da sua casa para que eu possa tê-los em segurança?
Comovida, a pachorra generosa permitiu que a outra se instalasse.
-Como minha casa não é grande, você fica sozinha com ela e eu me ajeito por aí até que seus filhos nasçam.
- Obrigada, minha amiga -agradeceu falsamente comovida  a falsa.
A dona da casa dormiu três dias na rua. No quarto dia, ela voltou.
- Agora que seus filhos nasceram, eu quero minha casa de volta.
-Oh, mas veja como eles estão fraquinhos. Deixe-me ficar mais uma semana.
- Está bem, mas só mais uma semana.
Decorrido o prazo, lá veio outra desculpa esfarrapada:
- Meus filhos ainda estão muito pequenos, dê-me mais um mês. E cada vez que a cachorra boa voltava, a malandra pedia mais tempo até que um dia, quando voltou a pedir que devolvesse sua casa, deu de cara com sete cães enormes que lhe arreganharam os dentes. Eram os filhotes da cachorra má que já haviam crescido.
- Você quer sua casa? Pois venha tomá-la.
E pularam no pescoço da cachorra boa, sangrando-lhe até a morte.
MORAL DA HISTÓRIA
Expulsa o mal da tua casa e da tua vida antes que ele se fortaleça.
Nicéas Romeo Zanchett
http://asfabulasdepilpay.blogspot.com.br
-  

4 comentários:

  1. Escutou ANA JULIA S. DANY e DUDA ???

    ResponderExcluir
  2. menos á ANA JÚLIA S.



    ResponderExcluir
  3. Amo essa fábula desde criança <3

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Nicéas Romeo Zanchett